Bem Vindo!

Ler é mais que decifrar códigos linguísticos...
É ver o que mais ninguém vê...
Ler é viver, é sonhar, é renascer
A cada amanhecer...
Ler é um encontro com a realidade dos sonhos
Descobrindo a cada segundo
Um mundo novo, escondido ao nosso redor...

sábado, 24 de julho de 2010

PERDÃO AMOR

Perdão Amor

Vejo o céu que escureceu
Tudo foi como um vinho
Na última noite do ano
Melhor não falar...
O brilho dos fogos de artificio
Anunciaram que nada iria mudar
O próximo beijo ainda espera
Amanhecer na estação...
Quando perco a direção o
Mar socorre minha solidão
Enquanto amamento a dor
Da inexistência do ser
Se você não souber a resposta
Veja o infinito no seu olhar...
Plantou o nada as margens
Do tempo, perdão amor,
Mas nosso filho será sempre silêncio.

Gheysa Moura