Bem Vindo!

Ler é mais que decifrar códigos linguísticos...
É ver o que mais ninguém vê...
Ler é viver, é sonhar, é renascer
A cada amanhecer...
Ler é um encontro com a realidade dos sonhos
Descobrindo a cada segundo
Um mundo novo, escondido ao nosso redor...

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

CREPÚSCULO DA ALMA

Crepúsculo da Alma

Quando vem a madrugada, recordo aquele dia, naquela sala
Um instante insano em que seu mundo invadiu o meu
No céu noturno vi o tempo expandir os limites da racionalidade
Quando nos tocamos suavemente através do olhar...
Dias de resistência, horas de diálogos filosóficos em sua alcova
Febre, desejo, arrepios...
A plena entrega a libido sem nos movermos...
Ondas de prazer que misturava-se ao proibido
Convenções sociais acorrentando nosso olhar...
Como um tango argentino o sentimento sufocado...
Mas não se pode mudar o destino quando a vida escreve o enredo
Chamas que não se apagam!
As favas com as convenções sociais!
O coração acelera incontrolavelmente
Me perco em teu cheiro, as palavras se misturam no espaço
A pele vibra enlaçada em seu beijo 
Exalando o êxtase incontrolável do desejo 
Quando suas mãos desvendam meu corpo sem se importar com a forma
Sentindo o sabor agridoce que alimenta a alma até perdemos as forças
Desfalecemos na relva...
Enquanto observamos o crepúsculo que nos uni e separa...

Gheysa Moura