Bem Vindo!

Ler é mais que decifrar códigos linguísticos...
É ver o que mais ninguém vê...
Ler é viver, é sonhar, é renascer
A cada amanhecer...
Ler é um encontro com a realidade dos sonhos
Descobrindo a cada segundo
Um mundo novo, escondido ao nosso redor...

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

VENENO

VENENO

Por qual motivo deixou-me encerrar 

neste vazio langoroso?
Por qual razão bebeste todo o veneno 

sem compartilhar com meus lábios?
Agora procura a sabedoria de velhos sonhos futuros...
Meu corpo frio vaga a esmo 

sendo visto sem ser visto pelos trausentes
Aos pés do salgueiro enterro o sorriso 

que outrora preenchia meu ser
Procuro libertar-me da dor, 

mas não sei onde está o caminho da salvação
Entre valsas e choros a melodia de um amor 

esquecido, vivido, perdido
Despida de pudores que um dia...
Ah! Chega de tanta crueldade!!!!
Se não é para ser assim, então deixe-me partir!!!!

(Gheysa Moura)