Bem Vindo!

Ler é mais que decifrar códigos linguísticos...
É ver o que mais ninguém vê...
Ler é viver, é sonhar, é renascer
A cada amanhecer...
Ler é um encontro com a realidade dos sonhos
Descobrindo a cada segundo
Um mundo novo, escondido ao nosso redor...

sexta-feira, 26 de março de 2010

ÁGUAS DE SOLIDÃO



ÁGUAS DE SOLIDÃO
 
O som do telefone anunciou a dor
Que deveras mata sem morrer
Olhando a trilha das estrelas
Pergunto-me se há sentido nos
Passos da humanidade.
Parece estarmos caminhado
Para nunca chegar a luz
Fazemos tudo em troca de
Café, açúcar e pão
Buscando o crescimento
Na tristeza de quem abandona
A vida...
Não sou santa, também não
Sou demónio, sou o que sou
Sem saber exactamente quem sou
Mas sigo em frente, mesmo sozinha
Para não me afogar nas águas
Da solidão.
--
Gheysa Daniele