Bem Vindo!

Ler é mais que decifrar códigos linguísticos...
É ver o que mais ninguém vê...
Ler é viver, é sonhar, é renascer
A cada amanhecer...
Ler é um encontro com a realidade dos sonhos
Descobrindo a cada segundo
Um mundo novo, escondido ao nosso redor...

domingo, 30 de dezembro de 2012

BRISA SUAVE

Brisa Suave

A chuva sempre traz a saudade e a melancolia
Procuro a música do céu ao tocar o chão batido de barro
Mas... a água dos olhos da vida que outrora me via refletida
Esta em cada milimetro de minha mente
Meus poros exalam o perfume do melhor prazer da incerteza
Ainda silenciado em meu ventre
A brisa suave da tarde de sábado chuvosa
São como a descoberta do meu corpo pelos lábios da certeza
As palavras que diziam:
"Desejo que você tenha a quem amar"
Nos traços de cavão escrita com a pena sobre o cetim
É como um punhal que transpassa meu espírito
Leva consigo para o infinito a poesia das horas...
Respiro fundo...
Não vou chorar com a lembrança do sorriso confuso
Quero esquecer, mas não posso ocultar em meu peito
O momento mais feliz da minha vida...
Talvez por ser o mais triste também...

Gheysa Moura