Bem Vindo!

Ler é mais que decifrar códigos linguísticos...
É ver o que mais ninguém vê...
Ler é viver, é sonhar, é renascer
A cada amanhecer...
Ler é um encontro com a realidade dos sonhos
Descobrindo a cada segundo
Um mundo novo, escondido ao nosso redor...

sexta-feira, 29 de junho de 2012

MINHA PRISÃO

Minha Prisão

Não pense que desconheço minha prisão
Não sou santa, nem sou mundana...
Sou mulher com sonhos e desejos
Flores e medos...
Afasto-me do que chamas amor
Para não ver a dor no semblante do dia
Tenho consciência de estar presa nos
Labirintos da minha mente
Se o afastei foi para não
Tornar-lo um espinho em minha coroa
Não posso ter o que já pertence a
Outro jardim...
Meu flagelo é olhar minha imagem
Refletida em seus olhos todos os dias
E negar a vontade de entregar-me
Em teus braços...
O poeta é minha sina, minha alegria
E minha perdição.

Gheysa Moura

5 comentários:

  1. MINHA POETISA AMADA!
    ME ENCANTO COM TEUS VERSOS
    PARABÉNS!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. És uma pessoa que encanta com versos.Beijos.

      Excluir
  2. És a tradutora de todas as dores que assolam os poetas, impossivel não se apaixonar por essa cascata de sentimentos. Saudades G.

    ResponderExcluir